30 dicas para usar revestimentos e mobiliários em espaços pequenos

SalvarSalvoRemoved 1

Morar em um espaço pequeno pode ser um desafio, mas apesar disso é muito comum ver apês e casas com cômodos menores hoje em dia.

Apesar de ser uma boa opção para quem passa pouco tempo em casa por conta do trabalho, estudo e outras atividades, o espaço pode ficar desorganizado ou com pouca praticidade.

Uma boa ambientação é importantíssimo para o seu conforto e saúde.

Para isso, usar bem os revestimentos e mobiliários em espaços pequenos é essencial.

Aqui neste artigo, resolvemos mostrar 15 dicas de revestimentos e mais 15 de mobiliários para você que tem um espaço pequeno, mas precisa de um ambiente agradável.

Você também está sofrendo com a falta de espaço ou com o efeito de que o seu local é muito menor do que realmente é? Continue lendo e vamos te ajudar nisso!

Revestimentos: 15 dicas essenciais para espaços pequenos

1 – Combinação de cores

Qual é a impressão que você precisa em cada cômodo? É importante pensar nisso ao escolher as cores.

Cores quentes, por exemplo, são aconchegantes e estáveis. Já as cores mais frias são para acalmar e relaxar.

Se você usar cores quentes em espaços muito pequenos, pode acabar gerando uma sensação de “sufoco” quando tiver mais pessoas no cômodo.

Dependendo do cômodo, você pode usar a maioria do espaço com cores frias e escolher uma parede com uma cor mais forte e que tenha a ver com a sua decoração.

2 – Diferentes texturas e tipologias entre pisos e paredes

Você pode combinar diferentes texturas e contrastes de cores entre paredes e pisos. Isso tudo, claro, combinando as cores (para isso, pode procurar por paletas de cores prontas).

Você pode, por exemplo, usar uma textura com relevo e usar o piso polido no chão. Apesar de ter tipologia diferente, pode combinar e ampliar o ambiente.

3 – Paredes e pisos contínuos

Mas se você quer usar o mesmo revestimento na parede e no chão, não tem problema.

Dependo do revestimento que escolher, isso pode ampliar o seu ambiente por conta da continuidade – o efeito fica como se o seu chão e parede fossem infinitos.

Se você usar um revestimento no piso e na parede com o mesmo acabamento, o seu resultado pode ser harmônico.

A nossa dica é que aproveite e use esse mesmo revestimento em outros objetos do ambiente também para compor a ideia.

4 – O revestimento em metade da parede

Uma outra opção bacana, desde que seja feita com um bom acabamento, é revestir apenas metade da parede do cômodo e deixar o restante liso.

Usar esse tipo de acabamento pode trazer mais jovialidade e descontração. Além disso, você pode escolher revestimentos que combinem com a sua personalidade.

5 – Pisos amadeirados

Uma tendência que cada vez cresce mais é o piso amadeirado. Com as tecnologias de hoje, você tem opções que simulam as madeiras naturais.

Esses tipos de materiais são mais longos e se assentam bem no chão, e você pode encontrá-lo em tábuas, placas ou réguas.

6 – Mesas e bancadas revestidas

Uma boa ideia para espaços pequenos é usar revestimentos em mesas e bancadas também, além da parede e do chão.

Essa ideia pode renovar o ambiente sem precisar de reforma, diminuindo seus custos quando você quiser mudar as peças.

7 – Cabeceira revestida

Uma outra ideia bacana é usar revestimentos em parte das paredes fazendo uma espécie de cabeceira ou lambri na sua parede.

Lambri é um revestimento feito em metade da parede ou na parede inteira e que pode servir como uma espécie de “moldura” para o seu ambiente.

8 – A posição certa do revestimento também influencia

Independente do revestimento que use no ambiente, é importante se atentar à posição, que deve ser retangular. Isso valoriza o espaço.

Nossa dica é que, caso existam linhas no revestimento, que elas fiquem posicionadas para a parte do cômodo que você precisa ampliar.

Se você for usar a técnica de continuidade que falamos aqui, é importantíssimo que os desenhos fiquem na mesma direção.

9 – Pastilhas para ambientes úmidos

Se você tem um banheiro ou cozinha pequena e precisa de estilo e amplitude, usar pastilhas e azulejos de vidro pode ser essencial.

As pastilhas podem ser usadas em apenas uma parte da parede com uma cor mais forte.

Já os revestimentos de vidro combinam com a transparência da água e compõe bem um ambiente mais úmido.

10 – Opções de pisos para ambientes pequenos

As opções mais usadas de revestimentos para pisos em espaços pequenos são:

  • Laminados: esse tipo de piso, principalmente se for de madeira, traz conforto e ainda pode ser impermeável.
  • Vinílicos: a principal vantagem dele é o conforto acústico, já que ele absorve o som e ainda é térmico, oferecendo um clima agradável em qualquer estação.
  • Porcelanato: ele tem ótima resistência para produtos químicos e líquidos e pode ser usado em qualquer ambiente.

11 – Revestimentos 3D para movimento

Ele é uma ótima opção para quem tem um ambiente pequeno, mas quer deixar o ambiente mais personalizado e fugir de algo “sem graça”.

Ele dá a ideia de movimento e amplia espaços pequenos. Além de tudo, não precisa de reforma e é prático de ser aplicado.

12 – Revestimentos de madeira para aconchego

Já falamos sobre o piso de madeira aqui, mas ele pode ser usado também nas paredes e ainda dá a sensação de aconchego.

Apesar de ser muito usado em ambientes mais amplos, a madeira também serve para ampliar os locais menores e dar um charme a mais.

13 – Papel de parede como revestimento: atemporal e clássico

Esse revestimento é clássico e nunca sai de moda, principalmente pela sua versatilidade.

Se você precisa mudar o estilo do seu ambiente, mas não quer gastar com reformas, pode comprar o papel de parede do seu gosto e aplicar no cômodo.

14 – Placas de gesso garantem um estilo único

O gesso pode ser usado não só em paredes, como também no teto. Ele possui opções interessantes de textura e diferentes desenhos.

Você pode escolher dos mais simples aos mais complexos, tudo depende do restante da decoração.

15 – Mais personalidade com revestimento de pedra

Essa opção é para quem precisa de algo mais marcante e com um estilo sem igual. A pedra pode trazer um visual diferente de tudo o que já viu.

Você pode usar esse revestimento em ambientes com pouca ou muita umidade. Tudo depende da sua necessidade.

Mobiliários

1 – Unindo mobiliário e revestimento: estantes, prateleiras e nichos

Esses móveis são versáteis para organizar e decorar o seu espaço pequeno. Além disso, você tem inúmeras possibilidades de composição com esses objetos.

Porém, uma opção mais exclusiva é usar esses móveis com algum dos revestimentos que já falamos aqui.

2 – Móveis planejados otimizam o seu espaço

A melhor maneira de otimizar espaço é contando com móveis planejados, que se adequem totalmente ao ambiente que tem livre.

Dessa maneira, você aproveita todos os mínimos espaços e ainda garante que o seu ambiente não fique com um aspecto desorganizado.

3 – Junto com os móveis, o espelho pode ser um aliado

Espelhos são importantíssimos para aumentar o seu ambiente. Eles podem ser usados de várias maneiras, depende do seu cômodo.

Mas se for usado em salas, por exemplo, ele fica melhor em uma parede inteira, dando o efeito de que o espaço é maior.

4 – Minimalismo nos móveis

Talvez o mais difícil para algumas pessoas seja a decoração minimalista, pois sabemos que não é fácil se livrar dos excessos.

Porém, é importantíssimo que você escolha apenas os móveis essenciais para que o seu ambiente não fique cheio de “entulhos” e tome espaços desnecessários.

5 – Móveis com mais de uma função

Uma das melhores opções para você que mora em espaço pequeno, é usar móveis com mais de uma função.

Eles ocupam menos espaço, cumprem a função de mais do que um móvel e ainda garantem que o seu ambiente fique mais organizado.

6 – Uma atenção especial à distância entre os móveis

Para que tudo caiba em um pequeno cômodo, é natural que você queira deixar quase todos os móveis mais próximos.

Mas se eles ficarem muito colados, o efeito visual pode não ser agradável, e isso ainda prejudica a circulação e ergonomia de quem vive no local.

7 – O uso de móveis nas paredes

Usar peças nos espaços verticais pode ajudar na circulação das pessoas e ainda otimizar o espaço, que poderá ser usado para outra função.

Apostar em armários, nichos, prateleiras e painéis no alto é uma ótima opção para o seu espaço pequeno.

8 – Estender o móvel ajuda em tamanho e design

Para você que pretende usar móveis planejados, uma boa ideia é apostar no móvel estendido.

Ele se alonga pela parede, trazendo um resultado lindo e contemporâneo. Além de cumprir a sua função, pode servir também como um espaço para decoração.

9 – Móveis em um lado da parede

Se o seu ambiente é muito pequeno, pode optar por móveis em apenas um lado da parede, deixando o outro livre.

Uma boa ideia disso é a cozinha, que pode ter móveis de apenas um lado, com o outro espaço livre para circulação e parede para ser decorada com quadros.

10 – As medidas são importantes

Se você não quer fazer móveis sob medida para o seu ambiente, aconselhamos que tome cuidado nas medidas para não errar na escolha.

Use uma fita métrica ou trena para medir as paredes em que vai colocar os móveis e planeje também a distância entre cada um, evitando os entulhos.

11 – Móveis como divisórias

Uma ótima ideia para ter mais móveis no seu ambiente, mas evitar o efeito visual ruim, é usar móveis como divisórias.

Isso ajuda a integrar os ambientes e também permite que você tenha mais objetos em seu espaço pequeno.

12 – Um design reto dá continuidade ao ambiente

Móveis com linhas retas são importantes para criar a continuidade do ambiente, trazendo uma sensação de prolongamento.

Os designs retos se encaixam melhor nos ambientes e aproveitam com precisão cada canto do seu cômodo, evitando qualquer desperdício de espaço.

13 – Os móveis precisam ser adequados para o cômodo

Com um espaço limitado, é importante dar uma atenção a mais na hora de escolher o encaixe de cada móvel.

É importante evitar os excessos, mas isso não significa que você precisa deixar algum móvel importante de fora.

Você pode aproveitar as outras dicas que falamos aqui para usar em ambientes específicos de cada cômodo, aproveitando melhor as funções de cada móvel.

14 – As cores dos móveis também influenciam no tamanho do ambiente

Além das cores de revestimento, é importante também prestar atenção nas cores dos móveis, principalmente se o seu espaço for muito pequeno.

Para ter uma amplitude no seu ambiente pequeno, é necessário usar móveis mais sóbrios e claros. Você pode enriquecer a decoração com objetos pequenos de tons fortes.

15 – Faça tudo isso estrategicamente

Se você tem um espaço pequeno para mobiliar e não tem os recursos necessários para fazer tudo isso de uma só vez, vá comprando aos poucos.

Além disso, use uma boa iluminação, porque a claridade ajuda no efeito de que o ambiente é maior.

A outra estratégia que falamos aqui e que precisamos ressaltar é: se livre dos excessos. Muitos itens torna o ambiente mais difícil de limpar, atrai muita poeira e ainda prejudica na circulação.

Todas as dicas que passamos aqui já vai tornar o seu ambiente pequeno muito maior do que ele é e ainda te proporcionar melhores sensações.

Mas se você não quer colocar todas essas dicas em prática sozinho, pode contar com a ajuda de um profissional.

E aí, ainda tem alguma dúvida sobre o que falamos aqui? É só falar com a gente e vamos esclarecer tudo para você.

Confira as ofertas e cupons no ramo de móveis e decoração para sua casa.

Ver perfil completo

Garimpador das melhores promoções, cupons de descontos e ofertas da internet! Lembrando que a oferta é de momento e tem curta duração. Diariamente são pesquisados e cadastrados diversas promoções, cupons e descontos exclusivos das melhores lojas.

Comente sobre esse cupom

Comentar

Cadastrar
Você também é apaixonado por cupons? Participe da nossa comunidade!
Reset Password